Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Dilma pensa: O povo que se foda!

Ontem a noite, faleceu o Santiago Andrade, 49, cinegrafista da TV Band no hospital no Rio de Janeiro, onde estava internado devido a consequência de um rojão ter atingido o seu cérebro.  Ele foi mais uma vítima, como foi vítima repórter da TV Globo Tim Lopes em 2002 no Complexo do Alemão.

Amanhã, com notícias de outras violências, a morte do Santiago Andrade cairá no esquecimento da população, tão comum ficou as notícias de mortes por violência neste País.  Ficará como mais um número na estatística de 50.000 homicídios, por ano, no Brasil, infelizmente.

De fato, a notícia para o povo é mais uma notícia, por mais que a imprensa queira colocar como fato incomum.  E queriam transformar como os algozes, sempre, a força policial.  O PT pisou na bola, o governo que leniente com os manifestantes black blocs, errou de alvo desta vez.  Presidente Dilma, mandou mensagem de contrariedade através de Rede Social, condenando a violência, mas me pareceu tão formal e falso.

Pergunto à presidente Dilma e à imprensa em geral: o que são feito  dos 49.999 mortes com violência e homicídios no País, somados a mais 50.000 mortes por acidentes de trânsito?  Sim estes não são repórteres da TV Globo e nem da TV Band.  Estas outros 99.999 vítimas não fazem parte da estatística na cabeça da presidente Dilma.  São apenas números.  Não merecem atenção da presidente Dilma. 

Infelizmente, violência gera violência.  Tanto a violência das forças policiais, que terá que conter tanto da destruição do patrimônio público e privado, pelos falsos manifestantes, infiltrados, com denominações que ganham novos nomes e contornos a cada dia.  Se antes tinha o nome de black blocs, agora parece ter outros nomes como rolezinhos.  E os governos continuam lenientes, como se manifestações desse tipo fossem legítimos.

São manifestações, que da porta da sala são ditos como crimes barbáries, mas que pela porta da cozinha são estimulados pelo Planalto.  É um jogo que interessa aos donos do poder.  Os black blocs inibem as manifestações legítimas.  Os rolezinhos confundem a cabeça da população.  A população associa, hoje, os black blocs com movimentos das ruas, legítimas, começadas em junho de 2013.  A imprensa colabora com isto, inocente ou propositadamente, não saberia afirmar.

Há uma clara tolerância do governo federal, em ficar à margem do processo de violência que exacerba a cada dia.  Não só tolera, mas fica cada dia mais evidente, a leniência do governo federal, sobre a violência nas ruas.  Parece, a mim, uma coisa orquestrada para desgastar os governos de oposição à Dilma, o de Rio de Janeiro e o de São Paulo.  Como já disse a presidente Dilma, ela ganharia eleições nem que peça ajuda do diabo.  As evidências mostram que Dilma fez pacto com "diabo", só para se reeleger.

No mais, a presidente pensa: o povo que se foda!  Se contrário pensa a Dilma, quero ver ações efetivas do governo federal, contra a violência dos black blocs.  Se leniente, minha afirmação é correta.  

Ossami Sakamori
@SakaSakamori



4 comentários:

  1. A morte do cinegrafista Santiago Andrade entrou para as estatísticas de uma nova modalidade de violência no Brasil: a barbárie das manifestações, que já foram um fenômeno positivo e legítimo. Hoje, infelizmente, a coisa mudou, para pior. A imprensa provou sua debilidade e estupidez ao se deixar pressionar pelo medo, medo de sofrer com as reações populares quando, equivocadamente, criticou, no início, as manifestações de Junho, estas, sim, legítimas. Com medo de perder prestígio, se é que ela ainda existe, creio que não, a imprensa deixou a zorra rolar até os Black Blocs chegarem para estragar tudo. Só aqui, no Brasil, os Black Blocs são tão nocivos, em outros países, esses "manifestantes" não são tão burros. Não me esqueço de um caso de um Black Bloc, que ao ser hospitalizado numa das clínicas mais caras do Rio de Janeiro, paga pelo papai do cara, dizer, ao sair da clínica, que é contra o Estado e o capitalismo... Anarquista com plano de saúde??? Só no Brasil mesmo...

    O PT e outros partidos, deixaram a porrada rolar esperando lucrar com os acontecimentos - a mídia fez o mesmo esperando, em vão, ver as manifestações enfraquecendo a popularidade da Dilma. Agora, a coisa azedou de vez... O resultado das manifestações, tem, hoje, como efeito colateral, por exemplo, o surgimento de gangues de playboys com pinta de justiceiros de Academia de Jiu Jitsu, que contam com a simpatia da maioria da sociedade, esta que se diz "do bem". O rolezinhos, insisto, não são fruto das manifestações, são, isso sim, um fenômeno pop, com um viés de protesto, coisa normal em qualquer acontecimento contracultural. Digo isso porque a garotada dos rolezinhos , geralmente da chamada classe baixa, com a cara escura que tanto desagrada à classe média, está quieta agora. No rolê da garotada da periferia não rolou quebradeira, ameaça, agressão ou morte. Já os integrantes dos Black Blocs são, na maioria, filhinhos de papai, arruaceiros mimados, do mesmo tipo dos Vigilantes do Aterro do Flamengo, cheios de "boas intenções", do jeito que o Diabo gosta...

    O maior fenômeno do Brasil é a violência, que, aqui, tem uma capacidade assustadora de se reinventar. Agora, temos uma nova modalidade de violência, que reside, também, nas ruas, nos manifestos, onde a ameaça não vem só da polícia, vem também de muitos civis. Aqui, o inimigo tem várias caras, que não é, digamos, só preta, tem várias cores, insisto em dizer isso.

    Afirmo que a imprensa é tão culpada quanto o PT porque esperou o circo pegar fogo para tentar tirar proveito da tragédia. Resultado: a morte de mais um trabalhador da imprensa. O sangue de Tim Lopes ainda corre nas ruas, as veias do Brasil nunca estiveram tão abertas...

    Hoje, não saio mais às ruas para manifestações, que deixaram de ser o que deveriam ser: uma festa popular em que a política é o único enredo. Nós temos de refletir e pensar no que deu errado e tentar tudo de novo sem repetir os mesmo erros. Se a agente não se reinventar, partidos como o PT, PSDB, PMDB e cia, o conservadorismo fanático e a violência continuarão a destruir o Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, mas esta redondamente enganado quanto aos rolezinhos:

      PM prende três pessoas após “rolezinho” em shopping na zona leste de São Paulo
      http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2014-01-12/pm-prende-tres-pessoas-apos-“rolezinho”-em-shopping-na-zona-leste-de-sao-paulo

      Polícia abre inquérito para apurar crimes em 'rolezinho' no shopping
      http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/01/policia-abre-inquerito-para-apurar-crimes-em-rolezinho-no-shopping.html

      PM registra furtos e depredação em rolezinho de Itaquera
      http://vejasp.abril.com.br/materia/rolezinho-em-itaquera-tem-furtos-e-depredacao

      Presidente do Sindivarejista estima prejuízo de 500 mil por conta do fechamento de shopping
      http://www.jornaldebrasilia.com.br/noticias/cidades/525480/shopping-iguatemi-fecha-devido-a-rolezinho/

      ‘Rolezinho’: Plaza Shopping contabiliza prejuízo nas vendas
      http://www.ofluminense.com.br/editorias/cidades/‘rolezinho’-plaza-contabiliza-prejuizo

      Excluir
    2. Os acusados de depredação e roubo foram soltos por falta de provas. E quanto ao prejuízo, foi opção da administração do shopping fechar as portas para não ter de indenizar os comerciantes que tem lojas no estabelecimento. Ninguém foi obrigado a fechar as portas, foi uma opção da administração. Se a garotada dos "rolezinhos" estivesse mal intencionada, estaria nos shoppings até, mas preferiu conversar com os administradores dos shoppings, a prefeitura e o governo, chegando num acordo civilizado, coisa que manifestantes mais radicais não fazem.

      Excluir
  2. Toda vez que a população ordeira tenta fazer uma manifestação limpa, alguém(PT, PSOL) coloca os arruaceiros entre os manifestantes para intimidar e acabar com as manifestações legítimas. O PT segue à risca o protocolo do foro de São Paulo. Quanto mais arruaça nas ruas melhor para o PT que assim a mídia não foca as câmeras e microfones nos reais problemas do Brasil. Quem fala do Apagão elétrico? Do déficit financeiro? Da nossa capacidade de NÃO conseguir dinheiro para pagar apenas os juros da dívida monumental? Do caos nos presídios? Em MS, famílias de presos protestaram hoje contra o descaso na penitenciária federal que tem capacidade para 700 presos e abriga atualmente 2000, segundo informou uma rádio de Dourados-MS. Todos já esquecemos da penitenciária de pedrinhas no Maranhão. E a inflação que nos mercados já passam de 15% em algumas mercadorias? O PT quer manipular até os nossos pensamentos e desejos. Devemos manifestar sim, e quando esses arruaceiros adentrarem devemos segurá-los até a polícia chegar. Tudo fotografado ou filmado para comprovar. Aí pensarão duas vezes em fazer tal ato. Isso não é incitar a violência e sim prevenir o pior. Há previsão de várias manifestações neste início e meio de ano por isso o esforço do PT em esvaziar as ruas das pessoas de bem e encher de baderneiros pois estes últimos não reivindicam nada, só quebram tudo.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.