Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 1 de março de 2014

A vontade de acreditar, por Luis Carlos Dgrecco

Por Luis Carlos Dgrecco

Sinceramente tenho vontade de acreditar que os representantes Ministros da Justiça Brasileira, que ainda gozam da credibilidade popular como no caso do Ilmo. Min. Joaquim Barbosa e os que votaram a ele solidários, ora tidos como herói do mensalão, sejam de fato merecedores deste titulo.

Tem momentos como esse que estou a escrever essa missiva fico pensando se tudo isso não passa de uma grande encenação, um circo invertido onde os palhaços estão na plateia.

1- Sabemos que aqueles ministros que votaram contra o crime de quadrilha dos mensaleiro foram todos indicados pela Presidenta da Republica do PT Dilma Rouseff, tanto quando o Presidente do STF, então porque seria JB o único dos assentados do PT na suprema corte a divergir?

2 - Qual é o critério que marca, coincidentemente, as datas do julgamento de tão emblemática decisão as vésperas da maior festa popular do Brasil, que é o Carnaval, seria isso uma mera coincidência?

Acredito que se as eleições não for fraudadas a Dilma Rouseff esta reeleita, o povão quer garantia das bolsas benefícios, no entanto, mudanças de percurso não são descartadas por meios legítimos e escusos, e o PT sabe muito bem disso e, pode ter ai traçado uma estratégia, cujo personagem principal poderia ser um cidadão oriundo das classes popular, negro e justiceiro.

Essa reflexão é de fato plausível, basta ler o livro OS ARQUIVOS DE SNOWDEN e perceber como Obama, presidente dos Estados Unidos, trama contra seu povo. E, diga-se de passagem, não é e nunca foi o único muito menos o primeiro.

No meu modesto modo de ver e avaliar as coisas politicas conclui que as sociedades civis estão vivendo momentos onde se pretende novo sistema de apartar os cidadãos, não pela questão racial, mas pela causa econômica, a pior de todas as segregações o capitalismo. 

No meu entender isso esta patente, compram a mídia, subornam a justiça, tentam dominar e regular as livres manifestações atiçando o poder de policia sobre o povo, tramam pra amordaçar as redes sociais, num tipo de cerceamento que inibe o confronto de ideias pela democracia e certamente leva-nos a confrontos radicais graves.

Então, no que você acredita?

Luis Carlos Dgrecco



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.