Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 4 de março de 2014

Brasil perdeu dignidade, com carnaval e futebol. Mudança Já!

Hoje é dia de apogeu da festa de carnaval no Brasil.  Todo mundo fantasiado ou sem fantasia, semi nua, desfilando pelas ruas dos principais centros, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e São Paulo.  Para isto, somos campeões, colocamos milhões de pessoas, em blocos a desfilar na rua durante os 4 dias de festas.  Enquanto, a nossa presidente Dilma, descansa na base naval de Aratu, em Salvador, com a lancha Amazônia Azul da Marinha brasileira.  São dois exemplos de acinte. Somos muito bons para descansar e farrear.  Isto somos e nenhum brasileiro duvida disso.

Enquanto lá fora, a política explode como explode os rojões de São João.  Na Ucrânia, país que fez parte da URSS - União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, até o fim da guerra fria, parece ressuscitar a velha geografia política da guerra fria.   O que importa é que mais de 500 mil pessoas do povo foram à Praça Central na capital Kiev protestar.  Durante manifestações morreram mais de 100 manifestantes!  Isto aconteceu num país desenvolvido.  Os mais de 100 deram a vida em defesa de um ideal, a de restauração do governo democrático mais aberto.  Ucrânia não era ditadura.  Apenas o seu presidente era déspota!  Isto foi o estopim! 

Enquanto, também, na Venezuela o povo sai na rua.  Na capital Caracas, são quase 1 milhão de manifestações.  Já houve algumas baixas, sendo a mais visível foi a morte de uma ativista, profissão modelo.  Tudo por conta de uma administração péssima do Nicolás Maduro, o socialismo bolivariano.  O socialismo bolivariano é uma forma radical do que o PT pretende implantar no Brasil.  Eles tem programas sociais, tal qual Bolsa Miséria.  Eles tem programa habitacional tal qual Minha Casa Minha Vida.  Eles tem gasolina subsidiado pela estatal PDVSA tal qual gasolina subsidiada da Petrobras.  Mas, não!  Os venezuelanos querem oportunidade de progresso individual, não estão mais satisfeitos com socialismo bolivariano.

O Brasil é diferente! Diferente, negativamente!  O povo investe suas economias para os 4 dias de carnaval.  Passa a folia do carnaval como louco, dançando e pulando, como se aqueles momentos nunca acabasse.  Quando acabar terá o carnaval do ano que vem.  Isto mais parece psicose, uma doença.  O carnaval foi feito para esquecer todas mazelas do País.  Esquecer que morrem 50.000 pessoas por assassinatos por ano.  Esquecer que morrem 50.000 pessoas por ano em acidentes de trânsito.  Esquecer que 22 milhões de pessoas vivem de míseros R$ 70 do Bolsa Miséria.  Esquecer que o País tem 55 milhões de analfabetos funcionais.  É um País de faz de conta!  Fazemos de conta que o Brasil é um país de maravilha!

Sim.  O Brasil é como Ucrânia.  Enquanto o presidente se preocupa com a sua popularidade realizando a "Copa das Copas", com o dinheiro público, e com direto a férias com passeio de lancha Amazônia Azul, a situação econômica do País está prestes a explodir.  Passado o carnaval, lá vai presidente oferecer o outro circo do povo, o futebol.  Vai navegar na popularidade conseguido pela realização da "Copa das Copas".  Isto é cruel demais, para quem tem um pouco de neurônio.  Isto é piada!  Isto é abuso!  A Dilma se comporta como o Nicolás Maduro da Venezuela ou Vitor Yanukovytch da Ucrânica.  Dilma faz de conta que o problema não é dela, tal qual os dois.  Devem pensar tal qual eles, o povo que se foda!  

Gente, vamos refletir um pouco!  Nem precisa ser inteligente para chegar na conclusão que cheguei.  Tenho certeza absoluta de que vocês não são pessoas lobotomizados!  Tenho certeza de que dorme dentre de cada um, o sentimento do bom senso, da vergonha, do orgulho, da dignidade.   Não acredito e tenho certeza de que cada um de vocês são medíocres.  Não, não são!  Se o povo culto com ucranianos ou menos letrados como venezuelanos se rebelaram, o que estamos a fazer, na zona de conforto? 

Deixem para ver, o que eu é bom para tosse, quando a Dilma se reeleger!  Somos candidatos sérios para Ucrânia ou Venezuela, você escolhe!  Vamos ficar quietos?

Ossami Sakamori
@SakaSakamori



12 comentários:

  1. Parabéns pelo belo alerta. O brasileiro tem uma tendência natural ao comodismo. E o Governo que sabe disso, por cria os meios para que as pessoas se acomodem ainda mais. O Carnaval, como todos já sabemos, é um meio para que muitos esqueçam os seus problemas e voltem-se para a diversão predileta. O futebol, por sua vez, completa a satisfação que muitos desejam. Como a imprensa noticiou, em 2013, o Governo investiu mais em obras para a Copa do Mundo do que na Educação. Nenhuma pessoa de bom senso aceita calada tamanho absurdo. Aqui no Brasil, no entanto, isso parece que nem mexe com ninguém. É, de fato, o país do faz de contas. No Império Romano é que se usava a aquela história do circo para que as pessoas se divertissem e esquecessem a miséria em que viviam. Aqui há muito tempo que estamos vivendo essa realidade. A questão agora é ganharmos a Copa do Mundo.Se isso acontecer, estamos realizados. O restam não nos interessa.

    ResponderExcluir
  2. Brasileiros,
    Está é a grande chance que temos de varrer este governo para o inferno, na eleição deste ano. Um governo mentiroso, vigarista, safado, corrupto.
    Temos de eleger um candidato da oposição, qualquer um, pois qualquer um é melhor que esse câncer que esta ai.

    ResponderExcluir
  3. Roberto Martines 8670089-84 de março de 2014 11:34

    O Brasil ou os brasileiros são diferentes do resto do mundo, o mundo todo se preocupa com bem estar da maioria enquanto que no Brasil é cada um pra si, esta bom pra mim, não interessa o resto, uma coisa eu posso garantir quem esta descontente com o governo é porque não esta levando vantagem.

    ResponderExcluir
  4. Disse tudo e mais um pouco! Essa conversa fiada da Dilma só cola pois a maioria dos brasileiros são alienados, não dão a mínima para o que ocorrem ao redor. As manifestações aqui na verdade é pura baderna, carnaval é regrado de orgias, essa copa é uma oportunidade para os políticos enriquecerem.

    ResponderExcluir
  5. Achismo:
    - Dilma será reeleita no segundo turno, por pequena margem de votos. Logo, país dividido como esses outros que estão à beira ou já imerso no caus.
    - Em 2015, Dilma será derrubada por escândalo e má gestão. Assume o vice e a crise se instala pra valer.
    - Intervenção militar e desvalorização forte da moeda (1USD~4R$). Desespero e suicídio dos endividados, começando pelo setor imobiliário e se alastrando para outros setores. O brasileiro tomará conhecimento do que governo PT fez ao país.
    - Estados e Municípios falidos.
    - Partidos de esquerda serão defenestrados.
    - 10 anos de estagnação. Forte investimento na educação, saúde e segurança.
    - Lá por 2025 começaremos a colher os resultados e terá início o reerguimento nacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até Deus destruiu para construir através do dilúvio.A nação que queremos para os nossos filhos e netos só existirá depois de fatos que mudem a nossa maneira de pensar. Que acabe com essa tolerância com a imoralidade. Que começamos a dar valor para o conhecimento,o trabalho, a disciplina, o respeito à família e ao país. Acho que só uma crise sem precedentes poderá transformar esse povo. Infelizmente...

      Excluir
    2. O Gramscismo está destruindo a mente dos nossos jovens a cada dia que passa.Isso já vem desde o fim do governo militar. Resultado disso são as manifestações durante a copa das confederações.Os caras não tem a percepção do que acontece na política e na economia do país. Não sabem nem o que cobrar do governo. A lavagem cerebral é diária.O futuro do Brasil é imbecil. Tenho 29 anos e tentem conversar com um cara dessa idade...lamentável...

      Excluir
  6. Ignorância popular, pão e circo: formula que vem dando certo. É preciso quebrar esta equação...

    ResponderExcluir
  7. Não culpo o futebol e o Carnaval pelas nossas mazelas, sou carioca, curto o carnaval, sou Flamengo, mas de leve... O Brasil, por ser um país muito grande, possui regiões com hábitos e pensamentos muito diferentes, o que é bom e ruim. No Sul, a vibração é diferente, as pessoas são mais fechadas e puritanas. No Rio, por exemplo, a vibração é diferente. Aqui, no Rio, onde eu vivo, voltou o carnaval de rua, como uma respostas ao Carnaval pago dos grandes desfiles. E, na rua, ninguém precisa pagar nada. Não sou contra a alegria e não acho que sisudez e puritanismo sejam sinônimo de inteligência e consciência política.

    Não concordo com a ideia de que os ucranianos, por serem europeus e caucasianos, são mais inteligentes e os venezuelanos, por serem latino-americanos e, na sua grande maioria, "não branca", sejam menos inteligentes. Não podemos esquecer que a crise na Ucrânia é de origem étnica, pra não dizer tribal, como acontece na África. Os ucranianos do leste, mais europeus, odeiam os ucranianos do oeste, de origem oriental. O que houve na Ucrânia foi um golpe de Estado, coisa de "país de terceiro mundo". E a crise na Venezuela é fruto de fogo amigo, gente do próprio governo de Maduro que quer derrubá-lo. A oposição venezuelana é incompetente demais para derrubar o Maduro, pelo menos, democraticamente. No quesito estupidez, Ucrânia e Venezuela se igualam...

    E, voltando ao carnaval, as pessoas que vemos no Rio, Bahia e Recife, por exemplo, vêm, em grande parte, de São Paulo e do Sul, as chamadas regiões mais "civilizadas"... Por quê será? Nunca vi orgia no carnaval, violência no carnaval, aqui, no Rio, é menor do que nos dias "normais".

    Quanto à Copa, devo dizer que este evento não vem encontrando mais a adesão do povo brasileiro, as estatísticas provam isso. Devo lembrar que quem paga o ingresso caro para assistir a próxima Copa é o pessoal da grana, os "letrados" que não votam no PT, o povo está fora. Devo lembrar que políticos, de todas as cores partidárias, adoram frequentar camarotes de Desfiles e estádios de futebol...

    Não acredito que o PT queira implantar o socialismo no Brasil. Na minha opinião, a coisa é até mais grave. Não podemos esquecer o que disse o Ministro do STF sobre os mensaleiro do PT. O que vemos no Brasil hoje é uma gangue, uma quadrilha que tomou o poder e o dinheiro público e tem um projeto de poder, que de socialista, não tem nada.

    Não me iludo com os pacotes sociais, que existem até em países como a Inglaterra, que possui mais ajudas sociais do que aqui, no Brasil, por isso, também, insisto em dizer que o PT não é socialista. A simpatia do PT com países como Venezuela e Argentina, por exemplo, é apenas uma identificação entre colegas que possuem a mesma tática de manutenção de poder. O socialismo, que faliu faz tempo, é puro marketing populista dessa gente para irritar os EUA.

    Voltando ao carnaval, nada tenho contra esta festa, que revela grandes compositores e artistas - grandes canções surgiram graças ao carnaval. Que bom que eu nasci no Rio, porque aqui, posso aliar o humor, crítico, a sensualidade praieira com a consciência política. É lindo tomar um chopinho ao som de lindas marchas do carnaval, discutindo política e contemplando a beleza da mulher carioca - mas também as mulheres do sul, paulistas, que amam, sim senhor, o Rio, os cariocas, o calor, as praias. Não bebo, mas curto uma boa praia, um bom samba e as mulheres e suas lindas curvas...

    Não me esqueço das mazelas do mundo e do Brasil, não me alieno, nunca. Mas, sou de carne e osso. Amanhã, estarei torcendo para ver mais um campeonato do Salgueiro, apesar de eu ser Beija Flor. Sakamori, querido, bom fim de carnaval. Aqui, no Rio, estou adorando este feriadão festivo... Aquele abraço.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Alexandre,

      Em nenhum momento eu disse que o povo ucraniano eh mais inteligente que o povo venezuelano.

      Eu disse que Ucrania eh um pais desenvolvido, o que de fato eh.

      Se nao houver correcao da minha parte, dah impressao que estou fazendo discriminacao. Isto vai contra os meus principios.

      Obrigado sempre pelos comentarios. Mas, faco esta ressalva, importante.

      Autor do texto

      Excluir
  8. Eu sei, não me referi a você, fique tranquilo. Eu já ouvi, de outras pessoas, que a crise na Venezuela é coisas típica de gente latino americana, quando, na verdade, a crise na Ucrânia, um país com muitas mazelas sociais, é bem mais grave. O povo, dividido etnicamente, da Ucrânia também é muito mal tratado. Acredite: sei que você não tem ranços deste tipo. Boa noite.

    ResponderExcluir
  9. meu povo , Brasil é Brasil e o que tem que mudar são as pessoas e nao o país

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.