Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 20 de março de 2014

BTG Pactual negocia a compra do Banco Votorantim !

André Esteves do BTG Pactual reabriu negociações com a família Ermínio de Moraes para negociação da fatia do Banco Votorantim, numa mais uma negociação de efeito no mercado financeiro, segundo imprensa pequena.  Isto é mais uma tacada do ousado empresário e banqueiro André Esteves do grupo BTG Pactual, com livre trânsito no Palácio do Planalto.  



A operação se concretizado, somado à compra do Banco Pan-americano do grupo Silvio Santos, o grupo financeiro do BTG Pacutual passará no ranking do setor bancário brasileiro aos bancos Safra e o HSBC, ambos consagrados no setor bancário do País.  

Lembrando que a aquisição do Banco Pan-americano, foi marcado pela ida do empresário Senor Abravanel, conhecido como Silvio Santos, ao Palácio do Planalto em encontro com o presidente Lula, à época.  O restante vocês sabem como terminou.  A BTG pactual comprou o Banco Panamericano, em tese, sem colocar dinheiro nenhum, apenas assumiu o compromisso do pagamento da dívida contraído pelo Silvio Santos com o Fundo Garantidor de Crédito do setor financeiro.

Por outro lado, a família Ermínio de Moraes, vendeu 50% do capital do Banco Votorantim, para cobrir rombo de prejuízo em derivativo cambial do grupo Votorantim.  Se não fosse a venda da parcela do Banco Votorantim, o grupo econômico da família Ermínio de Moraes entrado em grande dificuldade financeira.  O empresário Antonio Ermínio de Moraes, conhecido como capitão da indústria brasileira, à partir daquele episódio se recolheu ao anonimato, de tão grande foi o prejuízo causado pelos seus administradores.  



Por outro lado, o empresário André Esteves do BTG Pactual está com bola toda com os governos Lula e Dilma.  O grupo BTG Pactual levantou a bola do empresário Eike Batista e finalmente, no escombro do grupo OGX, ajudou Dilma a dar uma solução que causasse menos impacto para o BNDES, sobre a situação da dívida do grupo OGX, que segundo o próprio Banco, era de R$ 10,6 bilhões.  

Em contrapartida à ajuda prestada pelo BTG Pactual para dar encaminhamento à pendenga da OGX junto ao BNDES, a BTG Pactual recebeu em troca, uma generosa, aquisição de 50% da Braspetro Oil & Gas, subsidiária integral da Braspetro, que também é subsidiária integral da Petrobras S.A.  Pagou pelo naco, que na minha avaliação, algo que valia US$ 5 bilhões, por apenas US$ 1,5 bilhão, sem participar de nenhuma licitação.  O valor foi negociado entre partes, sem devida transparência, nos mesmos moldes como aquela operação do Pasadena.  A operação, apenas, passou pela aprovação do Conselho de Administração da Petrobras, tal qual, a operação fraudulenta do Pasadena.



A negociação da compra do Banco Votorantim pelo André Esteves do BTG Pactual é mais que certa.  O banqueiro André Esteves está com bola toda com os presidentes Lula.  Recentemente, o presidente Lula, acertou para o André Esteves, a concessão de ferrovia que corta o território da Guiné (francesa) no continente africano, interferindo diretamente junto ao presidente Alpha Condé presidente daquele País africano, segundo fonte  da imprensa internacional, que este blog dispõe.  



Espero que o governo da Dilma, não dê para o André Esteves, o mesmo tipo de benefício que foi dado quando da aquisição de 50% do Banco Pan-americano.  Para mim, a venda dos 50% do Banco Votorantim ao BTG Pactual, deve contar com o financiamento a longo prazo do governo federal na compra, aposto, nos moldes semelhantes aqueles que foram feito na aquisição do Banco Panamericano. 

Mais uma operação que beneficia os amigos do Palácio do Planalto, isto é fato!  Isto, ninguém pode negar!  Alguém, tem alguma dúvida?

Ossami Sakamori
@SakaSakamori



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.