Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 6 de abril de 2014

Dilma nunca mais! Nem tão pouco Lula!

Nunca foi tão fácil escrever matéria sobre eleições de 2014, diante dos números confirmados pela pesquisa Data Folha. Eu já escrevi matéria sobre possibilidade de Dilma não se eleger em 2014, por duas vezes, antes desta.  Vejamos o que diz a pesquisa e minha análise sobre as eleições de 2014.


Segundo última pesquisa Data Folha, divulgado pela patrocinadora Folha, a Dilma seria eleita com 38% de votos, já no primeiro turno, se eleições fosse realizada hoje.  Os candidatos da oposição, somados teria 32%.  

Por outro lado, 63% dos brasileiros acham que a Dilma faz menos do que esperavam. Ainda, o jornal Folha, este índice há um ano atrás era de 34%. 

Ainda, segundo Folha, a maioria dos entrevistados, 72% demonstram desejo de mudança das ações do novo presidente da República.  Ainda segundo o jornal o índice é parecido com o índice de rejeição ao governo FHC, no ano de eleições de 2002.

Há 2 anos atrás, o índice de aceitação do governo Dilma era de 77%.  E este número também, despencou para 28%, já que 72% dos entrevistados, nesta última pesquisa, demonstram o desejo de mudança.  

Lembro-me, há 2 anos atrás, quando a aceitação da Dilma estava em 77%, foi difícil fazer crítica à qualquer ação do governo, mesmo as equivocadas.  Inaugurei este blog no dia 15 de fevereiro de 2012, com finalidade única de denunciar o "erro sistêmico" da política econômica (sic) do governo Dilma.

Os resultados da política econômica aparecem ao longo do tempo.  O impacto das medidas, algumas aparecem no mês seguinte, outras em 6 meses.  As medidas de política macro-econômica demoram mais tempo para aparecer.  Por esta razão, a grande mídia não se posiciona sobre as medidas tomadas pelo governo, no ato dos anúncios.  Não é boba, espera o resultado para opinar.

Após 2 anos do início das denúncias, são mais de 1.100 matérias, em sua maioria de cunho econômico, começam aparecer os primeiros resultados negativos provenientes da política econômica (sic) equivocada.  Estamos entrando num ciclo econômico perigoso, de inflação alta e crescimento econômico baixo.  Os brasileiros já vem sentindo a inflação no bolso e ameaça de desemprego batendo na porta.


Basicamente, sem desmerecer outros fatores que na maioria da vezes são consequência destes primeiros, são: a) valorização do real frente ao dólar; b) taxa de juros básicos pagos pelo Tesouro muito alto; c) preços administrados, totalmente, engessados; d) falta de investimentos em infra-estrutura.

Isto traz, consequências que se tornaram outros problemas, tão grave, quanto as medidas elencadas acima, que são : a) desindustrialização do País; b) o aumento do custo Brasil por falta de infra-estrutura; c) maior dificuldade nas exportações; d) desestímulo na produção local em detrimento dos produtos importados; e) sucateamento das empresas como BNDES, Petrobras e Eletrobras.  

A isto somado, sucessivos escândalos de corrupção em todas áreas dos serviços públicos, desde ministério da Saúde a DNIT.  Evidências de "jogadas R$ bilionárias" nas companhias controladas pelo governo federal como BNDES, Petrobras e Eletrobras.  São roubalheiras explícitas R$ bilionárias, que eu com 45 anos de atuação na área imobiliária e financeira tinha visto antes.  São "jogadas" que são de arrepiar o cabelo! 
Antes tarde do que nunca.  A grande mídia, diante dos fatos consumados, começou a bombardear o governo Dilma, com exceção da Rede Globo.  Com tantos escândalos noticiados, era de se esperar a queda de popularidade da Dilma e o desejo de mudanças nas ações pelo futuro presidente.  

Por enquanto, os principais opositores da Dilma ao cargo de presidência da República, Aécio Neves, PSDB/MG e Eduardo Campos, PSB/PE, declaram-se apenas como opositores da Dilma, sem que apresentasse alternativas na condução da política econômica.   Por enquanto, apenas se dizem contrários à maneira de governar o País.  Vamos ver como vão se posicionar diante dos problemas específicos elencados acima.



No meu entender, o candidato que apresentar medidas concretas para o combate à inflação e medidas econômicas para crescimento sustentável do País, ganha eleições de 2014.  Diante de erros tão graves, apresentar soluções seria muito fácil.  Só não ganha eleições de 2014, candidato que não quiser.  Neste caso, o povo brasileiro não merecia mesmo tê-lo como presidente da República.  Trocar seis por meia dúzia não é o caso.  


Campanha presidencial não é concurso de beleza e nem tão pouco de oratória fácil. Quem vender a "credibilidade" ganha eleições presidenciais de 2014. 

Uma coisa é certa. Dilma nunca mais!  Nem tão pouco Lula!

Ossami Sakamori
@SakaSakamori


9 comentários:

  1. Vejo os noticiários da rede globo e percebo que as notícias são até mesmo infantilizadas quando se trata do governo brasileiro, parece que estão sob hipnose; não estão abrindo os olhos da população, algum motivo tem!
    Se o país afundar terão culpa nisso, pois o povo precisa de informações precisas e de alguém que lhes abra os olhos! Embora eu pessoalmente não confio em político algum, pois alguns são mais corruptos e outros menos! Não tenho preferências, sou neutra.

    ResponderExcluir
  2. São pesquisas feitas pelo IPEA?
    "Quem odeia az'entidade Lula Roussef mas votaria na Dilma mesmo assim gosta de apanhar?"
    Hahahaha
    Esse ensaio "vorta Lula" é a maior historinha. Querer essa pica ele não quer, ele sabe que tá tuuudo bagunçado e que Saka-san tem razão: "a pica agora é do aspira"

    ResponderExcluir
  3. Parabéns. Com esse festival de denúncia no ar, não tem como nenhum Governo se sustentar. Não é invenção nossa quando afirmamos que a corrupção, a incompetência, o desrespeito ao cidadão e a impunidade são os males que estão destruindo as finanças públicas e levando o país ao total descrédito, já que o povo não se conforma com o fato de ter que pagar tantos impostos em troca de um serviço público de péssima qualidade, como o que é oferecido pela rede pública de saúde e pelas escolas publicas. Não poderia haver nome mais apropriado para o Brasil de que País do Carnaval. Aliás, pensando bem, talvez fosse melhor País Carnaval, não com aquele sentido que se diz normalmente, de festa, de alegria, de fantasia. Carnaval é o que os corruptos fazem com o dinheiro do trabalhador honesto, que todos os meses tem uma grande fatia do seu minguado salário abocanhado pelo Imposto de Renda. São tantos os escândalos que são denunciados diariamente que ninguém sabe mais quais dele são os piores. Aliás, o que parece um verdadeiro terremoto hoje, daqui a seis meses o povo nem lembra mais. Agora é a vez da Petrobras. Não tem mais como continuar. Nosso último artigo tem como título: "CORRUPÇÃO NA PETROBRAS. UM CARNAVAL DE PROPINAS COM MUITOS FOLIÕES.". Se alguém desejar lê-lo acesse: www.ideiasefatostucujus.blogspot.com.br.

    ResponderExcluir
  4. Na véspera das eleições o povo deve sair à rua com faixas, lembrando que eles quebraram a Petrobrás, que era uma das maiores empresas do mundo e vão pagar caro por isso nestas eleições.!!!

    ResponderExcluir
  5. Lula não tem escrúpulo, na dúvida, no ultimo minuto sairá candidato. Eduardo Campos diz ser amigo de Lula e Aécio disse que Lula é íntegro. Será difícil tirar do PT.

    ResponderExcluir
  6. Quero agradecer ao blog e ao Ossami pela iniciativa de aceitar todos os comentários, de todas as vertentes de opinião.
    Frequento sites e blogs relacionados a política, e a maioria deles censura e não aprova comentários contrários ou divergentes da ideologia ou pensamento dos administradores, mesmo que os comentários sejam educados e sem ofensas.
    Fui censurado inúmeras vezes em sites e blogs apenas por postar humildes opiniões contrárias, e achei um absurdo. Um país só vai pra frente quando todos tem o direito assegurado de livremente expressar suas opiniões, respeitosas é claro.

    Parabéns Ossami, você faz a diferença hoje na internet brasileira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo anônimo,

      O contraditório faz parte da democracia. Opiniões contrárias enriquece o debate. Quero sim, ouvir opiniões contrárias. Democracia é feito de pensamentos e crenças diversos.

      Vamos em frente, que o Brasil merece ser um País melhor, sempre!

      Excluir
  7. A MÍDIA ESTE ANO ESTÁ NOS ESCONDENDO UMA INFORMAÇÃO IMPORTANTE SOBRE AS PESQUISAS, eles dão os números das pesquisas com a Dilma na frente, mas não dizem que os votos nulos, brancos e indecisos somam mais de 20%.
    Não citam que 20% dos eleitores ainda não escolheram seu candidato, e este número está muito estranho e acima da média, acredito que em 2010, nesta mesma data, não passava de 10% os eleitores sem candidato, nas pesquisas de ibope.
    Escondem esta parcela grande do eleitorado, para dar a falsa impressão de que Dilma ganharia no primeiro turno.
    E além disso, eu sinceramente não confio nestas pesquisas, não posso provar, mas quem sabe se os candidatos da oposição Aécio e Campos, ao serem citados nas pesquisas, estão sendo jogados na parcela dos indecisos?

    ResponderExcluir
  8. LEIAM:

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2014/04/o-pr-dos-bilhetes-corruptos-de-paulo.html

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.