Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Dossiês falsos - O “Vale Tudo” da Política

Por : Raphael Werneck


É só as eleições se aproximarem para começar a divulgação de dossiês falsos envolvendo os partidos e os candidatos aos  cargos públicos  em disputa.

Segundo se teve notícia pelos jornais da época , a produção desses dossiês teria se iniciado com o “Dossiê Cayman” que foi um conjunto de documentos comprovadamente falsos que atribuíam a prática de elisão fiscal (prática ilícita para não pagar tributos) aos tucanos Fernando Henrique Cardoso (que se candidatava à reeleição para presidente), Mário Covas (reeleição para governador de São Paulo), José Serra e Sérgio Motta nas eleições brasileiras de 1998 .

O dossiê continha informações de que esses candidatos teriam milhões de dólares depositados em paraísos fiscais do Caribe. Investigações posteriores provaram que esse dossiê continha informações forjadas, produzidas por pessoas interessadas em ganhos com a venda do mesmo a adversários políticos dos tucanos acusados. 

Cópias foram espalhadas e vendidas a candidatos da oposição durante as eleições de 1998. Entre eles, estaria Paulo Maluf (PP), ex-prefeito de São Paulo (1993-1996) e o ex-presidente Fernando Collor de Mello (1990-1992) que foi acusado de, junto com seu irmão Leopoldo, de comprar o dossiê por US$ 2,2 milhão.

Segundo apurou-se a montagem do falso dossiê começou quandoempresários brasileiros residentes em Miami compraram por US$ 3,2 mil a empresa CH, J & T, aberta em 1994 nas Bahamas.

Para se ver vocês até onde vai a audácia dos criadores deste dossiê no contrato de compra da empresa colaram uma cópia da assinatura oficial do ex-ministro das Comunicações Sérgio Motta como sendo um dos seus diretores junto com um sócio fictício chamado Ray Terencee venderam as fotocópias para Leopoldo Collor e a Luiz Cláudio Ferraz da Silva, amigo da família Collor. Um dos falsificadores chegou a ser preso no México.

Os políticos tucanos não foram prejudicados naquela eleição, porém o assunto sempre volta à tona em épocas eleitorais usado por adversários de outros partidos.

De1998  para os dias atuais outro dossiês surgiram, tais como, o Dossiê Siemens que foi elaborado pelo PT com intuito de prejudicar políticos de oposição no chamado “Caso Siemens” e  que vazou para a imprensa cinco dias após a prisão dos mensaleiros.

Esse dossiê teria sido entregue ao ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, em sua casa, pelo deputado estadual licenciado do PT Simão Pedro e o ministro  o teria encaminhado à Polícia Federal sem qualquer protocolo em uma atitude que, segundo comentários da imprensa,não condiz com os princípios republicanos.

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, solicitou pedido de investigação ao Supremo Tribunal Federal baseado em depoimentos mentirosos do ex-diretor da Siemens, Everton Rheinheimer, que diz ter se relacionado com um assessor de José Aníbal quando o parlamentar era deputado estadual. Aníbal nunca foi sequer candidato a esse cargo.

Como vemos, a produção desses dossiês falsos tem como objetivo desestabilizar candidatos e partidos  e com isso espalhar a dúvida em relação  a  honestidade destes.

Embora, a produção desses dossiês seja desmascarada,o estrago já foi feito e o povo menos esclarecido chega até a acreditar que eles são verdadeiros, vez que aqueles a quem eles beneficiariam  dizem  aos seus seguidores que é necessário a apuração dos fatos, pois,  “Onde tem fumaça, há fogo”.

Fiquem, portanto, alertas que talvez sejam produzidos falsos dossiês contra Aécio Neves ou contra Eduardo Campos, ou ainda,  contra a atual presidente, tudo com o objetivo de sujar a reputação destes e impedir assim uma disputa justa.

Procure estar sempre atento contra esses dossiês que são o “Vale tudo da Política” e que ao contrário da luta do mesmo nome não segue quaisquer regras. Elessão a prova inconteste de que para os políticos ,ou devo dizer,   politiqueiros e seus Partidos, para se obter os fins não importam os meios.

E mais uma coisa, é necessário que vocês saibam: quem gosta de Dossiês Falsos é o Partido que pregava “Ética” e que mais escândalos possui desde que chegou ao Poder.

#AcordaBrasilAntesquesejaTarde!!!


@werneck_raphael 



2 comentários:

  1. Parabéns. Fazer esse tipo de dossiês é crime, e como tal deveria ser tratado. Aqui no Brasil, infelizmente, tudo isso acontece sem que nada se faça. Se alguém desejar conhecer o nosso blog acesse: www.ideiasefatostucujus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. E... E... E, desde quando há eleições justas neste país do faz de conta...?!!!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.