Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 31 de maio de 2014

Copa 2014 dará prejuízo de R$ 48,8 bilhões!


Em nota o PT, na página de Facebook, publicou a seguinte nota, segundo Estadão, de ontem.

"Ao contrário do que afirmamos em postagem publicada nesta manhã, a Fifa não recolherá R$ 16 bilhões em impostos ao Brasil. A receita fiscal extra resultante da Copa do Mundo da Fifa 2014 é que deverá chegar a R$ 16 bilhões.  Ou seja, cerca de US$ 7,2 bilhões, segundo estudos da Ernst & Young e Fundação Getúlio Vargas (FGV).  As consultorias calculam que haverá uma movimentação adicional de R$ 142,3 bilhões na economia com os jogos.  Pedimos desculpas pelo equívoco.  Equipe Facebook"

Ninguém fez conta ainda, se a realização da Copa 2014 no Brasil vai trazer lucro ou prejuízo, sob ponto de vista de incremento do comércio com a realização do evento do FIFA no País.  É uma tarefa difícil, fazer qualquer previsão, mas vou tentar fazer um estudo aproximado baseado em números fornecido pela Embratur.

A Copa 2014, será realizado em 12 cidades-sede: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Recife e Salvador.  

Segundo estimativa da Embratur, o Brasil receberá aproximadamente 600 mil turistas durante a Copa do Mundo de 2014. A estimativa corresponde ao dobro de turistas que foram à África do Sul em 2010.  Para se ter ideia, em 2012, o País recebeu 6 milhões de turistas estrangeiros.  Donde se conclui que, o evento Copa 2014, trará incremento de 10% em número de visitantes estrangeiros, grosso modo.

Ainda segundo, a Embratur, os turistas estrangeiros devem incrementar movimento de R$ 6,8 bilhões, o dobro que valor gastos pelos estrangeiros em África do Sul.  Ainda, segundo Embratur, os turistas brasileiros e estrangeiros vão gastar juntos R$ 25,2 bilhões na Copa do Mundo em 2014.

Por outro lado, a presidente Dilma decretou meio feriado nos dias dos jogos que o Brasil poderá jogar na fase classificatória.  Sendo o jogo de abertura no sábado e o jogo do final da Copa, no domingo, podemos contar que haverá 4 dias de meio feriado no Brasil.  Isto terá influência no PIB de 2014.

Grosso modo, se não fosse a Copa, teríamos 308 dias úteis em 2014, incluindo o sábado.  Considerando o PIB de R$ 4,8 trilhões, o País deixa de produzir nestes 4 dias, de meio expediente, cerca de R$ 32 bilhões, desprezando os jogos de outros países.  

Vamos fazer a conta, então.  O Brasil com advento da Copa 2014, teremos, segundo Embratur, faturamento adicional de R$ 25,2 bilhões, incluindo gastos dos brasileiros e estrangeiros.  Se o País deixa de produzir R$ 32 bilhões, por conta da Copa, o Brasil ficará no prejuízo de R$ 6,8 bilhões. 

O argumento de que haverá ganho financeiro pela realização da Copa 2014, é uma tremenda mentira inventada pelos marqueteiros, que querem justificar os R$ 26 bilhões aplicados para preparativo da Copa, incluindo a construção dos estádios, segundo Matriz de Responsabilidade.  ao prejuízo já demonstrado de R$ 6,8 bilhões aos investimentos, dará o prejuízo ao País pelo que gastou e que deixará de produzir, será de R$ 32,8 bilhões.

Por falta de informação na data do cálculo acima, não tinha considerado a renúncia de impostos para com a FIFA no valor estimado pelo próprio PT em R$ 16 bilhões.  Agora, com a novas informações, o prejuízo decorrente pela realização da Copa do Mundo no Brasil  será de R$ 48,8 bilhões.  Com o mesmo dinheiro, daria para construir 488 hospitais de câncer padrão R$ 100 milhões.

Nada haveria de errado, o prejuízo se o País não tivesse os casos crônicos de problemas nas áreas de educação, saúde pública e segurança.  Agora, com os números mais robustos, as comparações com os demais gastos do governo muda em relação à matéria postada por mim em 7 de maio deste mês sob o título de "Dilma mente.  Os novo dados dão conta de que a Copa 2014 dará prejuízo de R$ 48,8 bilhões!".  Então, o novo número corresponde ao superávit primário prometido pelo governo Dilma, para pagamento de parte de juros, de R$ 44 bilhões. Significa também, 50% do orçamento do SUS para o ano de 2014.  


Você sabe quem vai pagar esta conta, não sabe?  Não, não é a Dilma, mas nós contribuintes, mesmo!  Por estas e outras é que na cerimônia de abertura e de fechamento dos jogos da Copa 2014, a presidente Dilma merece a maior vaia da história do Brasil dirigida à uma autoridade constituída.  


Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

Ossami Sakamori






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.