Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 15 de maio de 2014

FORBES. Rede Globo no topo! plim-plim!



As fortunas das 15 famílias mais ricas do Brasil guardam US$ 122 bilhões, o equivalente a R$ 269 bilhões, ou cerca de 5% do PIB do país. Juntos, a fortuna dos Marinho soma US$ 28,9 bilhões, o equivalente pelo câmbio atual a R$ 64,3 bilhões, quase 50 vezes o custo da Arena Itaquera, o estádio de abertura da Copa 2014. Fonte: Estadão, hoje.

Segundo o jornal Folha, os dados sobre gastos publicitários federais começaram a ser compilados com mais precisão a partir do ano 2000.  De lá para cá, a TV Globo recebeu R$ 5,76 bilhões.  

Não se tem notícias sobre a participação das outras mídias do grupo dos Marinhos, como a revista Época e o jornal Valor Econômico.  Nem está bem claro a participação do grupo de mídia dos Marinhos, nas verbas publicitárias dos órgãos vinculados ao governo federal como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Petrobras e BNDES. Somado à verba publicitária do governo central, somente à mídia televisiva, o número ascende a mais de R$ 10 bilhões no período considerado, pela Folha.

Resumindo, reconheço o espírito empreendedor da família Marinho, sem desmerecer a fortuna que possui, apenas quero lembrar que a principal fonte de receita das organizações é a TV Globo, que é uma concessão de serviço público do governo federal.  Por mim, por ser TV Globo uma concessão do serviço público, nem deveria receber do governo federal e das empresas controladas por este, qualquer forma de remuneração.

Vamos lá, concluindo a lista de Forbes.  A concentração de renda do País, é digno de pensar sobre o modelo de gestão financeira do governo federal.  Da lista de 15 famílias que controlam 5% do PIB brasileiro, em fortunas, em sua maior parte, são concessionárias de serviços públicos como bancos e outras são empreiteiros de obras públicas. Chamam atenção para o fato de que os maiores beneficiários dos financiamentos subsidiados do BNDES,   os Bolsas Empresários, BNDES, estão concentrados justamente nestas 15 famílias.  Será mera coincidência?

Consta também, como uma das 15 famílias, os Batistas, os donos do JBS/Friboi, considerado como a maior devedora individual do BNDES.  Tem fundamento, o ex-delegado Romeu Tuma Jr, com informações que possui, considerar o grupo empresarial JBS/Friboi como maior lavanderia da América Latina.  A fortuna da família Batista, segundo revista Forbes, é de US$ 4,3 bilhões ou equivalente a cerca de R$ 10 bilhões.  Sendo que a família deve cerca de R$ 30 bilhões ao sistema financeiro, sobretudo ao BNDES e bancos oficiais. 



Como pode perceber, as maiores fortunas, com algumas exceções, em sua maior parte são notórios "sangues-sugas" da República.  Digo e repito, com algumas exceções.  Que não sintam ofendidos as famílias que não constam como beneficiários do governo federal, pois a estas a presente crítica não se dirige.  

Ossami Sakamori
@SakaSakamori



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.