Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 31 de maio de 2014

Linha Amarela - denúncia por Luis Pereira Carlos

DR. MARFAN MARTINS
PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
DR. SERGIO CAVALIERI
PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO

Nesta data Dr.Marfan é pela 2ª vez Procurador Geral de Justiça-RJ e exerce o cargo na sua plenitude, ao assumir pela primeira vez foi peticionado a intervir no esquema da Linha Amarela, juntamente com o também Presidente do Tribunal de Justiça Dr. SERGIO CAVALIERE que na mesma condição exercia o cargo na sua plenitude.

O autor da petição no aguardo de soluções passou acompanhar o movimento de ambos via imprensa e noticiários, ocorrendo algumas coincidências casuais e no mínimo curiosas que chamaram atenção.

A) 1ª coincidência interessante foi encontrar em Duque de Caxias uma aparente ligação do Ilmo. Dr. SERGIO CAVALIERE, com o grupo Motel Bariloche, o prefeito Camillo Zito, que em um de seus empreendimentos, Posto Ale de Combustíveis, lia-se a placa comemorativa de inauguração como se encontra acostada a esse relatório, apontando fortes laços de amizade e parcerias deste presidente com tão conceituado grupo de empresários e políticos.

B) 2ª coincidência refere-se ao Ilmo. Dr. Marfan Martins que por mais de ano e periodicamente acompanhado de seguranças, quase sempre lotados em dois carros sendo uns a paisano, e os que lhe acompanha trajando terno, gravata e boton do MPERJ na lapela do paletó, ambos motorista e co-piloto, enquanto o procurador sempre em traje despojado, como mostram as fotos. Deixando o procurador por volta das 8:15 no Shopping Novo Leblon de onte se retirava por volta das 9:00, que esse se dirigia aos escritórios do 2º piso sempre acompanhado de perto por um dos segurança a paisano do 2º veiculo, sempre a distancia sem demonstrar ligações, que os veículos que o traziam e o acompanhavam estacionavam a Rua Rino Levi na parte interna do condomínio Novo Leblon, e não no estacionamento do Shopping, variado as posições, vezes em frente a cabine da segurança do condomínio, numa ilha de contorno, um deles, e o outro em frente ao edifício Pisano vezes em frente ao shopping, sempre naquelas imediações de onde partia a pé o procurador em direção ao shopping distante +/- 100 metros, de mão vazias, e retornando com algum tipo de sacola ou embrulho.

Como diz o nome o Shopping fica dentro do Condomínio Novo Leblon forte reduto de políticos ligados ao então PFL hoje DEM, onde a administração do condomínio e autarquias locais sofre forte influência e comando deste grupo e parentela destes residentes e ex-síndicos como Cesar Maia, Eider Dantas, Arolde de Oliveira, Vivaldo Barbosa, Juízes, Delegados e policiais Civil, Federal, Rodoviários, Comandos militares e bombeiros, membros dos MP’s e de cartórios, Deputados, Senadores, constantemente frequentado pelo então Ministro e ex-vereador Edson Santos, entre eles muitos que se envolveram e estão envolvidos em escândalos republicanos e fraudes com a coisa publica. A quantidade de autoridades nesse sentido que se revezam no poder e coincidentemente residem e são frequentadores contumaz no local é outro fator que chama atenção pela facilidade de intercambio em território aparentemente reservado.

Por fim comenta-se que muitos se falam via rede particular de rádios de comunicação de curta distancia, e usam as salas do shopping como escritórios de mediação, por se tratar de local acima de qualquer suspeita, etc. Fala-se muito e pouco sei sobre isso além de comentários que circulam a boca miúda na comunidade. De fato, se houver cruzamento de informações não se descarta grandes surpresas nesse sentido. Valendo a pena um levantamento do arquivo de moradores, e proprietário das salas deste shopping e quiçá uma investigação.

É o que tenho para justificar as imagens em anexo nesse arquivo que chegaram ao nosso poder por mãos de terceiros.




LPC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.