Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 11 de maio de 2014

Petrobras passa por grave dificuldade financeira !


Segundo o Estadão, de ontem, se referindo à Petrobras, publicou: "O balanço reforçou a grande dificuldade da empresa em controlar o seu endividamento. Nos três primeiros meses do ano a dívida subiu mais de R$ 40 bilhões, ultrapassando pela primeira vez a marca de R$ 300 bilhões. A taxa de alavancagem se manteve em 39% e ficou pelo terceiro trimestre consecutivo acima da meta estabelecida pela empresa, de 35%". 

Vocês não imaginam quanto é difícil obter números oficiais sobre situação econômica financeira da Petrobras.  Não há informações consolidadas no site da Companhia.  Precisei recorrer à instituição financeira para obter os números básicos.  Vamos lá, o espelho da Petrobras, que a própria Companhia não quer mostrar.

No final do 1º Trimestre de 2014, a Petrobras apresentava os seguintes números:

Patrimônio Líquido :                   R$ 354 bilhões.
Valor do mercado:                      R$ 200 bilhões. 
Projeção do faturamento 2014:  R$ 255 bilhões.
Endividamento líquido :              R$ 308 bilhões.

Fugindo da análise estritamente técnica, vamos à análise dos números acima para ver como eles estão no limite da irracionalidade.  Não importa muito o índice de alavancagem de estar em 39% ao invés de 35%.  Isto é para inglês ver. Este número de alavancagem é para estabelecer a nota de risco da Petrobras.  Lembrando, que no papel tudo aceita. A OGX, 3 meses antes de quebrar era considerado empresa bastante alavancada, mas sadia.  Deu no que deu.

Bem, a Petrobras, apesar de Patrimônio Líquido valer R$ 354 bilhões, na bolsa de valores, teoricamente, poderia comprar por R$ 200 bilhões.  O mercado composto de grandes investidores e especuladores financeiros, sabem melhor que nós pequenos investidores ou mesmo leigos. Não sou acionista da Petrobras.  Não sou doido, não acredito na administração Dilma! Não tenho dinheiro para rasgar.  

O motivo da desvalorização da Petrobras, está mostrado por outros números, como o faturamento da Companhia, em relação ao patrimônio líquido.  A Petrobras, não consegue faturar por ano, nem o valor do seu patrimônio líquido. Vejamos. Faturamento previsto em 2014 de R$ 255 bilhões para o patrimônio líquido de R$ 354 bilhões.

Outro fator que preocupa os investidor e especulador é o grau de endividamento da empresa.  A Petrobras deve em valor líquido, descontado as aplicações financeiras em títulos do Tesouro e outros, R$ 308 bilhões.  Comparando o valor da dívida com o patrimônio líquido de R$ 354 bilhões é muito alto.  Se comparado com o valor de mercado, R$ 200 bilhões, torna-se evidente que o risco se torna muito mais preocupante.

Nada de fazer gráficos e análises técnicas.  O meu demonstrativo basta para que leigos e  pequenos investidores saberem que a Petrobras se encontra numa situação difícil.  A dificuldade vem, sobretudo, porque a Petrobras tem o monopólio da área de petróleo do Brasil e ter a Companhia ter sido utilizado como instrumento de política econômica para "segurar" a inflação.  

A dificuldade da Petrobras vai aumentar cada vez mais nos próximos meses, em função de que dificilmente a Dilma vai aumentar o preço dos combustíveis antes das eleições de outubro, precisamente dia 26. Mesmo, eventualmente, fazendo reajuste antes, será em percentual que não cobre a defasagem.  Para cobrir a defasagem do preço de combustíveis, a Petrobras vem se endividando para tentar manter o Plano de Investimento da Companhia.  Está tentando, mas não conseguirá.  Ninguém faz milagre em economia e finanças.

Eu diria, sem incorrer em erros, que a Petrobras está em grande dificuldade financeira.  Espero que o Tesouro Nacional não precise socorrer a Companhia, apenas pela teimosia da presidente Dilma em manter o preço dos combustíveis congelados ou engessados.  Isto, já beira a loucura da irracionalidade!  Dilma nem está aí.  Dilma manda todos nós naquele lugar, como mostra a foto! 


Petrobras passa por uma grande crise financeira!

Ossami Sakamori
@SakaSakamori



5 comentários:

  1. Lembro do candidato Lula, em 2002 e em 2006 e da candidata Dilma, em 2010, acusando os tucanos de querer privatizar a Petrobras, o que nunca aconteceu. Os petralhas não privatizaram. Prefeririam quebrar a empresa. A Soberana assumiu o mandato com a ação da empresa valendo R$ 29. HOJE está sendo negociada a R$ 12,60. A Petrobrás, que já foi uma das maiores empresas do mundo é, hoje, apenas mais uma ferramenta do PT para suas pretensões de perpetuação no poder. Abraços Zé Tucano

    ResponderExcluir
  2. Parabéns. Com esses Governos que nós temos não há empresa estatal que se sustente. O grande problema das empresas do Governo, além desse caso da Petrobras que o Governo segura os preços dos combustíveis para evitar que influam na inflação, são os diretores que são indicados por critérios políticos, ou seja, pouco preocupados com o desempenho da companhia. E isso reflete na má administração. Nos casos dos bancos que financiam empresas sem capacidade de pagamento, nas contratações de obras e serviços públicos com preços superfaturados, etc. E o resultado, todos já sabemos: prejuízo aos contribuintes, que acabam pagando caro para financiar a corrupção e campanhas eleitorais de políticos e partidos da base aliada. Se alguém desejar conhecer o nosso blog, acesse: www.ideiasefatostucujus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. -A criatividade é tamanha...Privatização "disfarçada", ou seja, encher o bolso de alguns (companheiros). Ou estou equivocado? Me provem o contrário...

    ResponderExcluir
  4. E a presidanta DILMA e sua equipe dizem que está tudo bem.
    Prá quem?

    ResponderExcluir
  5. Esse pessoal deveria mamar nas tetas da vaca louca e morrer...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.