Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Lula da Silva. Reaberto o processo "mensalão".

Na foto acima, um está preso e outro não. 

Nada como um dia atrás do outro. Para confirmar que este blog está sempre na frente da grande imprensa, a notícia da grande imprensa é de que foi reaberto pelo MPF o processo "mensalão" que envolve o ex-presidente Lula da Silva, sobre "propina" recebido pelo PT em Portugal.  O tema foi matéria deste blog em 22 de julho de 2015, portando há mais de 2 anos. Sem edição, reproduzo a matéria postada à época. 


Segundo o jornal Público de Portugal, o Ministério Público daquele país está investigando o envolvimento político no negócio de venda à Telefónica das ações da Portugal Telecom na Vivo e cruzamentos das posições acionárias com a Oi Telecomunicações, na qual teve intervenção do José Dirceu, principal nome da operação Mensalão e agora atingido pela Operação Lava Jato.

Ainda segundo o jornal Público, as suspeitas de benefícios financeiros, no valor de várias dezenas de milhões de euros, concedidos a governantes, acionistas e quadros  de topos da hierarquia das operadores. Isto tudo podem estar na origem das investigações do Ministério Público de Portugal, que correm em segredo de justiça.

A venda de 50% de participações na Vivo, detidas pela Portugal Telecom e também e o cruzamento de ações da Portugal Telecom na Oi Telecomunicações e vice-versa. O jornal Público levanta a suspeita de que tenha rodado benefícios já citados em cifras de 200 milhões de euros, equivalente a cerca de R$ 700 milhões. O Ministério Público português investiga possível envolvimento do Lula da Silva e José Dirceu. 

Segundo o jornal Público, "Há precisamente cinco anos, primeiro ministro Sócrates e Lula da Silva falaram várias vezes ao telefone. As conversas decorreram entre o final de Junho e o final de Julho e destinaram-se a encontrar uma solução para vencer o impasse provocado pelo veto de Sócrates à venda à Telefónica, das ações da Portugal Telecom na brasileira Vivo".

Começou então, segundo o jornal Público, uma corrida contra o tempo para contornar o bloqueio político do primeiro ministro Sócrates, o que exigiu o trabalho de bastidores. A solução foi rapidamente encontrada em Brasília, que foi sugerido que Portugal Telecom avaliasse a parceria com a Oi, que necessitava de consolidar uma estrutura de acionistas alavancada pelo BNDES.

Uma das figuras que apareceu para promover os contatos, segundo o jornal Público, para promover contatos entre portugueses e brasileiros foi o José Dirceu, que foi detido em 2012, acusado de ser o chefe do Mensalão. José Dirceu atuava nas negociações com as empresas de consultoria designadas de Oliveira e Silva (sobrenome do José Dirceu), JD Consultores e JC&S.


Nota: José Sócrates, ex-primeiro ministro de Portugal está na prisão. Lula da Silva e José Dirceu estão livres e soltos. Os diretores da Oi Telecomunicações estão soltos. Um dos controladores da Oi Telecomunicações, a empresa Andrade Gutierrez está envolvido em Operação Lava Jato.

PS (23/07 6:30) : Para não haver dúvida.

1. Portugal Telecom, foi a concessionária de serviço de telecomunicações de Portugal, até a recente venda de ativos para grupo francês. Hoje tem cerca de 25% de ações da Oi Telecomunicações no Brasil. Individualmente é o maior acionista da Companhia.

2. Oi Telecomunicações é concessionária de serviço de telecomunicações do Brasil, fusão da Telemar e da Brasil Telecom, que por sua vez eram fatias da Telebras. Os maiores acionistas hoje é da Portugal Telecom, BNDESFundos de Pensão, Carlos Jereissati do grupo La Fonte e Sérgio Andrade do grupo Andrade Gutierrez

3. O Ministério Público de Portugal apura a suposta contribuição de cerca de R$ 700 milhões (valor de hoje) do Portugal Telecom para a campanha presidencial do Lula em 2006. Conforme a matéria do jornal português, investiga envolvimento pessoal do Lula da Silva, José Dirceu e José Sócrates na operação. É vedada pelas leis portuguesas fazer contribuição às campanhas eleitorais de países além fronteira. 

4. O Ministério Público de Portugal apura também o tráfico de influência do primeiro ministro José Sócrates e do presidente Lula para que houvesse fusão (cruzamento de ações) entre as duas concessionárias. Como não está contabilizado na campanha presidencial do Lula e Silva de 2006 a doação de R$ 700 milhões, é de presumir que o dinheiro tenha tomado destino diverso. O que se apura se este dinheiro não foi parar nas mãos de ambos presidentes e operadores da suposta doação entre os quais José Dirceu.

5. Esta investigação nada tem a ver com a investigação sobre envolvimento do Lula da Silva com o atual primeiro ministro Pedro Passos Coelho nos negócios da Odebrecht Portugal. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Vide matéria anterior deste blog.

Ossami Sakamori



8 comentários:

  1. Pois é. Enquanto a Justiça no Brasil caminha a passos de Tartaruga para condenar Lula, o mesmo e seus seguidores do PT,PSOL,PC do B,..estão avançando no foro de São Paulo(Gleisy, Senadora, discursou apoiando Nicolás Maduro) para comunizar a América Latina. A Venezuela já está sob as rédeas de Raul Castro(Cuba) e o Brasil caminha a passos largos para ter o mesmo fim. Na Venezuela, o ex-Presidente Hugo Chaves comprou as Forças Armadas e aqui no Brasil, a própria Constituição Federal de 1988 amordaçou as Forças Armadas. As FAs no Brasil não são "melancias; estão amarradas por essa Constituição Federal feita por comunistas ou ex comunistas. Se bobearmos em 2018 será eleito Presidente da República no Brasil um admirador de Cuba e nós sofreremos a consequência nefasta do comunismo. Quem não acredita pode acessar sites independentes e ver a situação atual da Venezuela. O povo venezuelano acordou tarde demais e nós, brasileiros, ainda estamos dormindo.

    ResponderExcluir
  2. De longa data não se respeita a CONSTIUIÇÃO FEDERAL. Ondas de larápios são colocados, À REVELIA, em postos-chaves para transformar o país numa colônia bolivariana. Só o povo em armas para reagir (salvo melhor juízo, o povo em armas deveria ser representado pelas FAAS que têm compromisso com o país e seu povo e não com os que cooptaram seus comandos - ou estou errado?).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Sr João. O fato dos corruptos estarem pisando na Constituição Federal não legitima as Forças Armadas a pisarem também, pois se isso for feito será punida imediatamente. Um ex: se em um bairro há muitos furtos e os moradores não reclamam, a polícia não dará prioridade nesse bairro mas, se os moradores chamarem a televisão e fecharem as ruas fazendo passeatas, a polícia imediatamente tomará providências em dialogar com os moradores e priorizar uma batida policial no bairro. No Brasil atual, o povo se acomodou e quer que as Forças Armadas tomem providências. Mas como? Dando golpe de Estado? Para alguns anos mais tarde ter seus militares punidos como os de 1964? Os comunistas ainda ganham indenizações mensais altas e os militares foram desmoralizados.

      Excluir
    2. Intervenção Militar Já

      Excluir
  3. Agora entendi pq ser de esquerda tem que estar disposto a pegar em armas. Como assaltar banco na mão limpa?
    Só pode ser de esquerda quem é mala !!! De preferência cheia de 500 mil

    ResponderExcluir
  4. Quem é brasileiro tem nome e não é anônimo e defende sua pátria com sangue, se for necessário. Assaltante de banco e da nação tem que ser eliminado sim. Quem pensa diferente não é brasileiro. Não sou de esquerda nem de direita e só quero que o povo sinta orgulho do país e seja feliz.

    ResponderExcluir
  5. Peço vênia ao prof. Sakamori para usar êste espaço e desejar-lhe, bem como a todos os participantes dêste blog votos de Feliz Dia dos Pais (avôs e bisavôs) com muita paz e saúde, contudo, por tudo e, apesar de tudo. Forte abraço à todos.

    ResponderExcluir
  6. Seu Saka não seria o Lula da família Matrazzo? Ele é um fidalgo, digo, filho de algo

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.