Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Temer se coloca como "santo" em vida!

Crédito de imagem: Estadão

Hoje, o plenário da Câmara dos Deputados vai decidir sobre a denúncia do Procurador Geral da República Rodrigo Janot contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva. A denúncia se refere ao "grampo" feito pelo Joesley Batista da JBS, no porão do Palácio Jaburu em 7 de março de 2017. Havendo comparecimento de mais de 342 deputados e tendo votos de 172 deputados a seu favor, a denúncia contra presidente Temer ficará "congelada" até o dia 31 de dezembro de 2018. 

Desde que a Câmara recebeu a denúncia do inquérito sobre o presidente Temer da parte do STF, houve movimentação intensa, "abertamente", no Palácio do Planalto e no Palácio Jaburu para "compra" de votos dos deputados. Neste interregno de tempo, foram liberados "emendas parlamentares" dos que apoiam a "não abertura", no meio de grave crise fiscal que vive o País. Estão sendo editadas Medidas Provisórias para atenderem as "bancadas" ruralistas, evangélicas e segurança, tudo para "cooptar" os deputados "indecisos".  

No quesito de "compra de votos" dos deputados, Michel Temer, ao contrário da Dilma na ocasião do impeachment, está muito "eficiente". Michel Temer conseguiu transformar o seu assunto pessoal, a denúncia de crime de natureza comum, em assunto "político". Foi o que a Dilma tentou e não conseguiu. Muitos deputados que "se venderam" não vão comparecer na votação para não serem "marcados" como "vendilhões". Tudo leva a crer que a Câmara não autorizará o STF dar o prosseguimento da denúncia de corrupção passiva. 

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, prepara mais duas denúncias contra Temer, antes de entregar o posto para a sua sucessora Raquel Dodge no dia 10 do próximo mês. Mesmo Michel Temer se livrando deste "embate", haverão mais dois novos processos que tramitarão como este de hoje. Por puro "egoísmo" e "interesse pessoal" do Michel Temer, o Brasil continuará "politicamente instável". Brasil continuará, "sangrando" por mais dois longos meses, até que se resolvam os processos de natureza criminal comum contra o presidente da República.

Como pode ver na foto do topo desta página, o Michel Temer porta-se como que "santo" fosse. Michel Temer já usa até a coroa de "santo", em vida. 

Hoje, saberemos quem são os "vendilhões" da República. 

Ossami Sakamori


6 comentários:

  1. A coisa mais aborrecedora nessa questão é que a quem se venda, apesar de tudo o que está acontecendo no país. Não é possível comprar aquilo que não está a venda, inclsuive consciências. (HS Naddeo)

    ResponderExcluir
  2. Seu Saka, entre Temer X Lula da Silva X Dilma X FHC X Collor X Sarney, qual dessas eminentes figuras seria o seu candidato?

    O cardápio é farto com muitas opções.

    ResponderExcluir
  3. O melhor de todos os indicados seria (sugestão minha a quem acredita em político sério), seria Judas Iscariotes (ou sua encarnação e olha que temos centenas nascidos nessa terra pindorâmica).

    ResponderExcluir
  4. Essa é a genuína república das bananas...

    ResponderExcluir
  5. Êsse traidor da Pátria e do povo brasileiro, após comprar os deputados, conseguiu safar-se (safado e descarado), de novo. E ainda querem que acreditemos ter políticos sérios (cambuta de filhos da pada).

    ResponderExcluir
  6. Junto com Nicolás Maduro, o cidadão acima é o novo ditador na américa latrina. Trump está de olho nesses patifes.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.